Papo das 9 #282 Nadando rumo ao nada absoluto

Numa gestão que naufragou nos cuidados essenciais contra a pandemia – iniciamos o ano sem uma data certa para a vacinação contra a Covid, sem vacinas ou seringas disponíveis – o presidente provoca nova aglomeração numa praia onde os protocolos sanitários foram desprezados. A irresponsabilidade cultuada pelos adoradores do ‘mito’ contrasta com as centenas de valas abertas em Manaus onde containeres voltaram a ser instalados nas portas do hospitais por falta de espaço para os mortos da Covid. A história registrará o que cada um de nós fez ou deixou de fazer nesses dias pela vida (nossa e dos outros). A morte pode ser divertida e sedutora para os que desprezam os riscos. Proteja-se!

CLIQUE PARA ASSISTIR