Papo das 9 #437 O silêncio do presidente

Em 1996, FHC manifestou solidariedade aos parentes e amigos das 99 vítimas fatais do acidente com o Fokker 100 da TAM. Em 2007, Lula declarou pesar pela morte das 199 pessoas no acidente com o avião da TAM em Congonhas. Em 2013, Dilma prestou condolências aos 242 mortos no incêndio da boite Kiss. Em 2016, Temer se solidarizou com familiares e amigos dos 71 mortos no acidente com o avião da Chapecoense. Sábado passado o Brasil registrou 500.000 óbitos pela Covid. Desde então imprevidente Bolsonaro permanece em silêncio. Nenhuma palavra (escrita ou falada) de solidariedade ou compaixão. Um silêncio ensurdecedor. Não se trata de política ou ideologia. Estamos falando de Humanidade. É pedir muito?

CLIQUE PARA ASSISTIR