Papo das 9 #156 A casa caiu!

O Governador Wilson Witzel foi afastado do cargo por 180 dias. O vice-governador Cláudio Castro e o presidente da Alerj, André Ceciliano (a linha sucessória de Witzel) sofrem mandados de busca juntamente com a primeira-dama Helena Witzel. O presidente do PSC (partido de Witzel), Pastor Everaldo, foi preso. Outras autoridades também são alvo da operação que soma 17 mandados de prisão e 72 buscas e apreensões. O objetivo é investigar a organização criminosa que desviou recursos da saúde durante a pandemia. Ex-juiz, eleito com apoio de Flávio Bolsonaro (que autorizou o uso de sua imagem na campanha) que prometeu combater o crime, é investigado por corrupção. O fato que a maioria absoluta dos eleitores fluminenses votou no escuro. Agora é tarde.

CLIQUE PARA ASSISTIR