Papo Das 9 #105 A COVID presidencial

Não é justo – nem ético – torcer para que o pior aconteça com o presidente. Que tenha pronto restabelecimento e, de preferência, mude sua postura diante da pandemia. É evidente que não se trata de uma ‘gripezinha’ que só atingiria os idosos e livraria dos piores efeitos os que foram (ou são) atletas. Sobram também evidências de que a cloroquina – medicamento que o presidente insiste em fazer propaganda – não tem qualquer efeito terapêutico comprovado, e ainda pode causar problemas adicionais como arritmia cardíaca. O momento exige seriedade, responsabilidade e bom senso.

CLIQUE PARA ASSISTIR