‘Não faz sentido, sob o pretexto de reduzir desemprego, criar profissão que não tem utilidade’

André Trigueiro comenta a situação ruim das contas públicas do município e elenca algumas medidas irresponsáveis que Marcelo Crivella vem tomando. Prefeito quer elevar salário de 5.500 agentes de educação infantil e determinar que 2.400 funcionários seletistas da Comlurb passem para regime estatutário. “Quem oferece um aumento precisa ter ciência de que isso deixará um legado do ponto de vista da elevação dos custos. Se isso é sustentável economicamente, ótimo. Mas se não tem recursos garantidos, é irresponsabilidade”, avalia.