É preciso cobrar desde já para que não se repita com a Cedae os erros do passado

André Trigueiro fala sobre o processo de concessão da Cedae e destaca que não podemos deixar acontecer com a companhia o que vimos acontecer com a concessão das barcas, supervia, metrô, linha amarela, entre outros. ‘Carioca não pode ter memória curta, porque tem muita coisa em jogo’, diz.