Coleta da água da chuva

Somos os recordistas mundiais de chuva, mas também os campeões de desperdício desse recurso. Em quase todas as cidades brasileiras, a água da chuva é descartada imediatamente, vertida para os ralos e galerias de água pluvial.

Mas, em alguns municípios do país, já se exige a instalação de sistemas de coleta de água da chuva para novas construções. É o caso de Curitiba e Rio de Janeiro, onde a água da chuva já está sendo usada em escala para fins não potáveis: irrigação, lavagem de pisos, reserva de incêndio, vaso sanitário etc. Na região do país em que menos chove, o programa “1 milhão de cisternas” reduz a escassez de água no semi-árido nordestino.

Links:

– Visite o site da ABCMAC – Associação Brasileira de Captação e Manejo de Água de Chuva, entidade sem fins lucrativos que reúne projetos e iniciativas para o aproveitamento da água da chuva.

– Conheça o trabalho da ong Articulação no Semi-Árido Brasileiro – ASA, que promove o desenvolvimento sustentável nas regiões atingidas pela seca no Brasil.

– No site oficial dos Jogos Panamericanos Rio 2007, você encontra informações sobre as obras e o planejamento para o grande evento esportivo.

– Veja na página da Cidade do Samba as dimensões do complexo de produção do carnaval carioca e conheça a programação cultural.