Por Daniela Kussama | agosto 14, 2017 9:41 am

Pela vigésima vez desde 2001, está em discussão no Supremo Tribunal Federal a proibição do uso do amianto no Brasil. Uma fibra usada na fabricação de telhas e caixas d´água, considerada cancerígena pela Organização Mundial da Saúde e proibida em 70 países. O Brasil é o 3º. maior produtor do mundo de amianto, vindo de uma única mineradora, na cidade goiana de Minaçu. Mesmo com todas as evidências científicas, e com registro no Brasil de 250 a 300 novos casos por ano de mesotelioma (câncer de pleura, que atinge o tórax), associados à exposição ao amianto, a exploração da fibra tem defensores e o banimento encontra resistências que arrastam a questão há tanto tempo.

O Cidades e Soluções vai mostrar um panorama da situação que envolve o amianto no Brasil e no mundo. A repórter Thais Itaqui visitou Minaçu, onde parte da população defende a continuidade da  exploração do minério, conheceu a mina e pessoas afetadas por doenças associadas ao contato com amianto. E no Rio de Janeiro, André Trigueiro mostra a fábrica que trocou o amianto por outras fibras e conquistou novos mercados.

 

ASSISTA AO VÍDEO

ASSISTA AO VÍDEO NA ÍNTEGRA