Por Daniela Kussama | agosto 7, 2017 12:51 pm

O Cidades e Soluções volta em nova temporada, e o programa de estreia vai mostrar o que é e como funciona o Fundo Amazônia – que ganhou mais visibilidade depois que o presidente Michel Temer soube, em viagem à Noruega, que o governo norueguês pode diminuir o repasse de verbas ao Fundo, destinadas ao combate ao desmatamento.

São bilhões de reais que chegam não só da Noruega, mas também da Alemanha, e ajudam a mitigar o agravamento dos problemas que a região amazônica enfrenta: a ação de madeireiros ilegais, grileiros e o consequente aumento da violência e da pobreza.

São projetos que vão desde o aluguel de helicópteros e carros para as operações de fiscalização e combate ao desmatamento e a incêndios florestais, feitas pelo  Ibama, a centros de monitoramento da floresta com equipamentos de última geração, e ainda o trabalho com comunidades de agricultores, que aprendem que é possível produzir sem desmatar, através dos sistemas agroflorestais, que trazem benefícios econômicos, mas também ecológicos.

Apesar desses investimentos, os conflitos na região se agravam. Como chegamos a essa situação? O Cidades e Soluções mostra que, historicamente, a Amazônia não era vista  com os olhos de hoje,  que reconhece a importância da floresta para o equilíbrio do clima em nível global, mas, sim, como um vazio a ser conquistado à custa da exploração, abertura de estradas, derrubada das matas.

 

ASSISTA AO VÍDEO
ASSISTA AO VÍDEO NA ÍNTEGRA