Por Andre Dessandes | março 4, 2017 2:15 pm

 

O sol já é a fonte de energia mais barata em 58 países de baixa renda, segundo a Bloomberg New Energy Finance (BNEF). O custo caiu para U$ 1,65 milhão por MW, menos que o preço médio da energia eólica (U$ 1,66 milhão por MW).

Essa redução drástica da energia solar nos últimos anos (em 2011, há apenas 6 anos, o custo era mais que o dobro de hoje, U$ 4 milhões por MW) se deve principalmente aos investimentos monumentais feitos pelo governo da China.

Apenas no ano passado os chineses investiram a bagatela de U$ 103 bilhões em projetos solares, muito à frente dos Estados Unidos (U$ 44 bilhões) e do Japão (U$ 36 bilhões).

De acordo com o relatório, o custo da energia solar depende basicamente do nível de insolação, do modelo de negócio de cada país e dos subsídios oferecidos pelo governo local.

A reportagem completa, em inglês, você acessa no link abaixo:

Solar Power Is Now the Cheapest Form of Energy in Almost 60 Countries

 

 

André Trigueiro