Por Andre Dessandes | fevereiro 10, 2017 5:49 pm

 

Quando o rio se agita e o sedimento se espalha, a água fica turva. Perde-se a visibilidade. Sobrevém a incerteza.

O Brasil está sendo sacudido de baixo pra cima, de dentro pra fora. A sensação não é boa. Mas a resultante disso será. É como se um acelerador de partículas determinasse um ritmo avassalador nas mudanças que precisam acontecer. O que estava velado vem à tona, o que era dissimulado se escancara, e, de repente, tudo parece virado do avesso.

A intensidade desse movimento gera confusão e perplexidade. Tensão e angústia. Mas nada disso ocorre sem que haja sentido. Nem uma única folha se desprende da árvore sem que tenha chegado o seu momento.

Não se trata de castigo ou punição. Neste “Enem espiritual”, devemos assumir a condição de aprendizes e prestar mais atenção naquilo que nos convém. Perceber o que está em jogo em cada ação, palavra ou pensamento. Não há neutralidade no universo. O que importa agora é saber de que lado estamos. Nenhum de nós é santo ou livre de erros. A perfeição não é desse mundo. Mas esse mundo é o lugar perfeito para confirmarmos as nossas escolhas. Na verdade, estamos aqui para isso. Portanto, se liga na missão! O momento é agora. Paz e bem.

 

André Trigueiro