Por Andre Dessandes | fevereiro 6, 2017 5:43 pm

 

Fonte: Ciclo Vivo

 

Sem dúvidas a Tesla tem sido a empresa mais ambiciosas do mundo no que diz respeito à energia renovável. Ela já desenvolveu automóveis superpotentes elétricos, criou painéis solares que se camuflam aos telhados (veja aqui) e também tem feito um grande esforço em criar baterias de alta performance (veja aqui).

A companhia norte-americana anunciou na última segunda-feira (30) a construção do que afirma ser o maior projeto de armazenamento de bateria de lítio-íon no mundo.

A instalação está localizada em Ontário, na Califórnia, e consiste em 396 equipamentos chamados de Tesla Powerpack, com capacidade de armazenar 80 megawatt-horas de eletricidade, o que é suficiente para manter mais de 2.500 casas por um dia ou 15.000 casas por até quatro horas.

As instalações de armazenamento de bateria da Tesla parecem ser a resposta perfeita para os problemas de energia mundiais, porém, segundo a revista norte-americana MIT Technology Review, as baterias de lítio ainda possuem custo alto, e a empresa não mencionou os valores da instalação.

Também ainda não é claro quantos ciclos as baterias Tesla Powerpack podem passar antes que comecem a se degradar – a MIT estima 5.000 ciclos, o que funcionaria bem em uma casa, mas não tão bem se ligada à rede de energia.

“Este projeto é parte de nossa visão de aproveitar o vento e o sol para operar em uma rede flexível que forneça energia limpa para alimentar nossas casas, nossos negócios e nossos veículos. Estar aqui hoje entre estes Powerpacks da Tesla é um grande lembrete de como a tecnologia está mudando rapidamente a indústria de energia elétrica e as oportunidades que virão com ela.”, disse o Kevin Payne, CEO da SCE, empresa de energia da Califórnia.

 

 

 

Postado por Daniela Kussama