Por Andre Dessandes | setembro 28, 2016 7:02 pm

 

“Bastardos da PUC-Rio” é o nome de um movimento organizado por bolsistas da universidade que se sentem alvo de preconceito por serem pobres, negros ou moradores da periferia. Na página criada por eles no face é possível acessar os relatos de quem se sentiu constrangido por piadas, comentários ou declarações incompatíveis com os valores da universidade e de seus dirigentes.

Sou professor da PUC-Rio desde 2004 e sei que as situações descritas pelos alunos bolsistas reportam uma realidade que extrapola os limites da universidade, alcançando diferentes setores da sociedade. É um aspecto negativo de nossa cultura, que vem do berço, e que precisa ser amplamente denunciada.

A PUC-Rio é uma das universidades particulares mais abertas e socialmente justas do Brasil. A maioria absoluta dos professores, alunos e funcionários sabe disso e convive em paz. Aos que não compreenderam ainda que a desigualdade afronta os mais básicos valores civilizatórios, é bom acessar a página dos “Bastardos da PUC-Rio”. Impossível imaginar uma forma mais direta e objetiva de explicar o óbvio.

 

André Trigueiro