Por Andre Dessandes | setembro 19, 2016 6:27 pm

 

Fonte: BBC Brasil

 

Mas agora um internauta deprimido – e anônimo – está usando as redes sociais para abrir uma janela para suas dores secretas e mostrar não só como aquela condição afeta sua vida, mas também registrar uma pequena, mas significativa, vitória pessoal.

A pessoa publicou duas fotos de seu quarto no site de compartilhamento de fotos Imgur, em um post com o título “Eu 1 – Depressão 0!”. As imagens foram visualizadas mais de 300 mil vezes em menos de 24 horas.

A primeira foto – reproduzida acima – é a que mais causa impacto. Dezenas de garrafas de refrigerante vazias estão espalhadas pelo chão. Vários cotonetes usados ​​se amontam. Vê-se pouco do chão, e a cama está repleta de roupas, papéis e um ursinho de pelúcia solitário.

“Eu sofro de depressão grave e para mim é muito difícil fazer limpeza e outros tipos de trabalho doméstico”, explica a legenda.

“Meu quarto está uma bagunça há vários meses porque não consigo reunir forças para cuidar dele. Mas nesta sexta-feira eu decidi finalmente limpá-lo!”

A segunda foto é o “depois” – o resultado de três dias de limpeza.

“Vocês podem finalmente ver que eu tenho um chão!” exclama o internauta, com orgulho. “Eu sei que não é uma grande vitória, mas para mim isso significa o mundo”, afirma.

“Eu me sinto tão em paz agora, só queria compartilhar isso com todos vocês.”

Muitos dos comentários de apoio no post são de companheiros de sofrimento. “Como alguém que sofre de depressão, isso me deixa feliz 🙂 não se dar por vencido!”, disse um deles.

“Isso me dá motivação para fazer o mesmo, um caminho a seguir!”, comenta outra pessoa.

Outro usuário disse: “Eu sofro de crises de depressão e transtorno alimentar e meu espaço está bem complicado. Isso é inspirador.”

No entanto, outros foram menos gentis. Como não sabemos a identidade do usuário, sua localização, sexo ou idade, alguns se perguntaram se o quarto realmente reflete o auge de uma depressão – ou apenas espelha a letargia da juventude.

“Não se preocupe. Eu não sou depressivo e meu quarto parece o mesmo”, escreveu uma pessoa.

Nas redes sociais, várias páginas tratam da relação entre casas desarrumadas e depressão.

Usuários no site Squalor Survivors também compartilham imagens de suas casas e publicam histórias sobre sua saúde mental.

 

 

Postado por Daniela Kussama