Por Mundo Sustentável | abril 1, 2016 12:32 pm

 

É um privilégio ter opinião e poder expressá-la sem medo.
Criticar o que lhe pareça criticável.
Defender o que lhe pareça defensável.
Não se sentir constrangido por professar ideias que os poderosos do momento – sejam eles políticos ou empresários – discordam.

É uma benção viver num país que suspendeu a censura, e que sacramentou na Constituição a liberdade de expressão.
Apesar de todos os muitos problemas da democracia, não se inventou ainda nada melhor.

Os mais jovens, que nunca experimentaram os dissabores de uma ditadura, desconhecem o pesadelo do pensamento único, imposto pela força e pelo medo.
No grupo dos mais velhos, aqueles que lembram com nostalgia dos anos de chumbo alegando que não havia corrupção e desordem, omitem ou se esquecem do silêncio determinado pela censura e da onda de assassinatos seletivos e torturas aos que ameaçavam o sistema.

A intolerância é irmã do ódio.
Quem não aceita o outro pelo que o outro pensa, abre caminho para hostilidades e agressões verbais ou físicas.
Por tudo isso, merece repúdio a tentativa de intimidação contra o jornalista Juca Kfouri.
Se não considerarmos um absurdo o que aconteceu com ele – como anda acontecendo com tanta gente nesses últimos dias – e essa onda de intolerância continuar crescendo, a próxima vítima pode ser você.

Seja qual for a sua opinião sobre qualquer assunto, valorize a oportunidade de emiti-la e perceba o privilégio de ter por perto alguém que pensa diferente.
Não é seu inimigo.
É apenas outro brasileiro.
Com os mesmos direitos que você.
Muitos pagaram com a vida para que isso fosse possível.

 

André Trigueiro