Por Mundo Sustentável | outubro 26, 2015 3:30 pm

 

Fonte: Opera Mundi

 

Ao menos seis pessoas morreram e uma ficou ferida devido ao mau tempo gerado pela passagem do furacão Patricia na costa oeste do México, afirmaram fontes oficiais à Agência Efe neste domingo (25/10).

Entre os mortos estão uma mulher de nacionalidade argentina e outra do estado de Coahuila (norte do país), que foi atingida por uma árvore e pelos fortes ventos originados pelo fenômeno natural.

De acordo com a Defesa Civildo estado de Jalisco, na porção oeste do país, outras quatro pessoas morreram na tarde da sexta-feira (23/10) por conta do mau tempo, após um acidente entre dois veículos na estrada que vai da cidade de Colima a Guadalajara.

Neste domingo, o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, declarou em sua conta oficial no Twitter que o governo mexicano agora “segue identificando danos para dar apoio à população afetada”.

“O que segue agora é a fase de recuperação para assegurar o pronto restabelecimento dos serviços”, explicou o chefe de Estado.

Ao adentrar território mexicano na sexta, o furacão Patricia perdeu intensidade. A princípio, o fenômeno havia sido classificado com a categoria 5 na escala Saffir-Simpson – considerado o nível máximo –, mas perdeu força e foi reclassificado para categoria 1, equivalente a uma tempestade tropical.

Mesmo assim, as chuvas e ventos atingiram uma velocidade de 265 km/h, provocando alagamentos, derrubando árvores e causando deslizamentos, na região costeira do México.

 

 

 

Postado por Daniela Kussama